• Menu
  • Menu
Gramado

Tudo o que você sempre quis saber sobre Gramado!

Já tendo sido eleito como o segundo melhor destino do Brasil e quinto da América Latina pelo Trip Advisor, Gramado é, sem dúvidas, umas das cidades mais apaixonantes do país.

Unindo cenários exuberantes, uma infinidade de atrações e opções de restaurantes para todos os bolsos (e gostos), a cidade oferece uma experiência completa para toda a família. Entre os fatores que mais se destacam, e também geram dúvidas, estão a temperatura, meios de locomoção pelo destino e, o que mais assusta quem deseja conhecer o local, os preços.

Para resolver todos esses “mistérios”, preparamos este post especial, com as principais dúvidas que recebemos sobre a cidade, de forma que você saiba exatamente o que te espera e como poderá aproveitar ainda mais a sua visita no destino mais encantador da Serra Gaúcha! Confira!

É sempre frio em Gramado?

Indo direto ao ponto, não. A verdade é que em Gramado faz frio boa parte do ano, porém, nos meses mais quentes, e até mesmo nos veraneios fora de época, a temperatura passa facilmente dos 30°c.

Cascata do Caracol
Cascata do Caracol

Apesar de a região ser reconhecida pelo frio e seus cenários enevoados, o calor pode dar as caras por aqui em boa parte do ano, o que não chega a ser ruim, pois proporciona excelentes opções de passeios ao ar livre. A dica aqui é aproveitar o Ecoparque Sperry, ou ir até a cidade vizinha, Canela, para curtir o Parque do Caracol ou as atividades radicais do Alpen Park.

Os meses mais quentes são entre outubro e fevereiro. Março, abril e setembro registram temperaturas agradáveis durante o dia e noites geladas. Já a partir de maio o frio toma conta da cidade, registrando as temperaturas mais baixas entre julho e agosto.

Se você deseja conferir com mais detalhes o tempo em cada mês, a gente tem um post inteiro falando sobre isso aqui na página. Confira!

Praça Major Nicoletti
Praça Major Nicoletti

Qual a melhor época do ano para visitar Gramado?

A melhor resposta para esta pergunta é: depende. Calma, vamos explicar.

A verdade é que Gramado possui atrações especiais o ano inteiro! O melhor momento para visitar vai variar de acordo com a forma que você deseja curtir o local.

Natal Luz de Gramado
Natal Luz de Gramado

Enquanto os meses do inicio do ano registram temperaturas mais altas, sendo a oportunidade perfeita para aproveitar as atividades ao ar livre, o frio do inverno realça o charme da cidade, já a partir de outubro, a magia do Natal invade as ruas da cidade com o Natal Luz.

Já que mencionamos o principal evento de Gramado, vale citar também que a cidade conta com eventos s o ano todo! Entre abril e maio acontece a Páscoa, onde os ovos de chocolate e coelhos são a atração principal. Já em maio é a vez da Festa Colônia, onde são celebradas as tradições dos primeiros moradores da região, com pratos típicos, música e muita alegria!

O glamour toma conta da Serra Gaúcha em agosto, com o Festival de Cinema de Gramado. Setembro é a vez do Festival de Cultura e Gastronomia, uma ode a boa culinária e sabores únicos.

A gente explica todos os detalhes cada época do ano em Gramado neste post.

Quando é baixa temporada em Gramado?

Gramado está recebe turistas o ano inteiro, porém se você deseja aproveitar a Serra Gaúcha com calma, sem se preocupar tanto com filas e tempo de espera nos principais restaurantes, a nossa dica é vir nos meses de fevereiro, março e setembro.

Porém, preste atenção em alguns detalhes…

Fevereiro é o mês com menor movimento de turistas na cidade, o que leva alguns estabelecimentos a entrar em férias ou funcionar com horários reduzidos. Se você deseja vir durante este período, vale montar um roteiro detalhado e conferir o horário de funcionamento de todos os lugares que deseja visitar.

Av. Borges de Medeiros - Gramado
Av. Borges de Medeiros, em Gramado

Em março essa situação já normaliza, e você pode aproveitar a cidade com tranquilidade, porém não vai conseguir aproveitar tanto aquele frio da serra. Já setembro ainda conta com alguns dias gelados, porém é o período de chuvas na Região das Hortênsias, o que pode acabar levando por água abaixo aqueles passeios ao ar livre. Além disso, este mês conta com feriados nacionais e estaduais, que podem levar a finais de semana bem movimentados por aqui, por causa dos preços, que costumam ser mais baixos durante o período.

Como chegar em Gramado?

Existem duas formas principais de chegar na cidade. A primeira, e mais comum, é pelo Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre. A capital gaúcha fica a cerca de duas horas de Gramado, porém não é difícil encontrar transporte do aeroporto para a serra. São várias opções, com valores que variam entre 50 e 150 reais.

A gente sempre recomenda o transfer da Brocker Turismo. Além de viajar com conforto e comodidade, eles te levam e buscam na porta do hotel, sem você precisar se preocupar com nada. Se você está vindo para cá, vale muito a pena conferir o serviço deles.

Vista para o Vale dos Quilombos
Vista para o Vale dos Quilombos

A segunda opção é vir pelo Aeroporto Regional Hugo Cantergiani, em Caxias do Sul. Por ser menor, os preços das passagens para lá acabam sendo um pouco mais elevados, a grande vantagem porém, é chegar diretamente na Serra Gaúcha, sendo possível aproveitar a viagem até Gramado para conhecer outros destinos, como Nova Petrópolis, famosa por seu labirinto verde e malhas de qualidade.

Onde se hospedar em Gramado?

AirBnb, hotel, hostel, apartamentos por temporada… a verdade é que existe inúmeras opções de hospedagem em Gramado. Tudo vai depender da época que você está viajando e quanto você quer gastar.

Apesar da comodidade de se hospedar no centro da cidade, os preços dos hotéis na região acabam sendo mais altos. Estabelecimentos mais afastados acabam saindo mais em conta, oferecendo serviço com a mesma qualidade dos demais, o outro lado negativo é a locomoção, sendo necessário transporte para aproveitar as atrações da Serra Gaúcha, mas já vamos falar mais sobre isso.

Gramado Termas Resort & Spa
Gramado Termas Resort & Spa

Para te ajudar na decisão de escolher onde se hospedar, a gente preparou um post com 10 dicas de hotéis por aqui, confira!

Como se locomover?

Já que falamos de locomoção, você deve estar pensando qual a melhor forma de andar por Gramado.

Existem duas maneiras principais de você aproveitar o destino. A primeira é utilizar serviços como Uber e 99. Ambos aplicativos funcionam muito bem por aqui e as corridas acabam ficando em torno de 10 a 20 reais, dependendo o local para onde você deseja ir. O único porém dessa opção são atrações mais afastadas, como o Parque do Caracol, por exemplo, onde o sinal de algumas operadoras móveis não funciona muito bem.

A segunda alternativa é alugar um carro. Dessa forma, você garante o conforto de poder ir para qualquer lugar a hora que quiser, sem precisar depender de internet. Existem diversas locadoras de veículos em Gramado, com preços variados. O contra ponto fica por conta do movimento na cidade. Dependendo o período que você visitar Gramado, o trânsito pode sem bem caótico, e estacionar pode provar ser um desafio bem maior do que o esperado.

Portico de Gramado
Portico de Gramado

Uma terceira alternativa é o Bus Tour, um ônibus panorâmico de dois andares, inspirado nos transportes de Londres, que leva você até os principais pontos turísticos da Serra Gaúcha.  São 39 paradas ao todo e o passaporte para o ônibus é vendido no formato all-day, onde você paga apenas uma vez, podendo subir e descer do Bus Tour onde e quantas vezes quiser durante aquele dia. Você pode garantir o seu passaporte e conferir todo o roteiro do Bus Tour aqui.

Onde comer em Gramado?

É simplesmente impossível fazer dieta em Gramado. São mais de 200 estabelecimentos que oferecem uma ampla variedade gastronômica, indo de lanches a fondues, com opções para todos os gostos e bolsos.

Se você está viajando com crianças, as pizzarias temáticas como o Porto ou a Kongo são a opção ideal. Para um programa a dois, a dica é o delicioso fondue, ou algum dos restaurantes mais requintados, como o George III, inspirado pela realeza britânica, ou o tradicional Belle Du Vallais.

Está com a família? Um café colonial, como o Bela Vista, oferece dezenas de pratos doces e salgados, quente e frios, agradando a todos os gostos. Está sozinho? Gramado também conta com opções para você, com excelentes pubs, como o La Birra, ou o White Fly, com suas cervejas tradicionais, ou o agito do rock’n’roll no Hard Rock Café.

E, é claro, que a gente tem um post com sugestões de restaurantes especiais para você curtir por aqui. É só clicar.

Pizzaria Kongo
Pizzaria Kongo

Quais são os principais pontos turísticos?

Lago Negro
Lago Negro

Essa é uma pergunta bastante difícil, afinal, são dezenas de opções para aproveitar por aqui! Entre os lugares que não podem faltar em seu passeio estão o Lago Negro, que inclusive é a atração número 1 do destino pelo Trip Advisor.

Uma caminhada pela Avenida Borges de Medeiros também é um programa excelente (e gratuito). É lá que fica a Igreja Matriz São Pedro, com a Fonte do Amor Eterno ao lado, o Palácio dos Festivais e a Rua Coberta, sendo possível conferir todos eles em uma única tarde.

Vale estender o passeio até a Praça das Etnias para conferir o trabalho dos colonos e se deliciar com os pães e cucas produzidos na hora em fornos a lenha. Não muito longe dali fica o Belvedere, com uma espetacular vista do Vale do Quilombo.

Canela, que é praticamente irmã de Gramado, também conta com atrações incríveis. A principal é, sem dúvidas, a Catedral de Pedra, no coração da cidade. Um pouco mais afastado do centro está o Parque do Caracol, que abriga a cascata de mesmo nome, com 131 metros de queda d’água, além de trilhas e feira de artesanato local.

É caro morar em Gramado?

Depois de conhecer todos os encantos da Serra Gaúcha, é normal que você acabe se apaixonando pela cidade e vá embora com o coração apertado, desejando voltar, ou até mesmo morar aqui. Neste momento surge a questão, quão caro é morar em Gramado?
Por ser uma cidade turística, Gramado possui um custo de vida mais elevado que outras cidades da região. Em compensação, a qualidade de vida acaba sendo melhor, longe do agito e poluição das grandes capitais e com mais segurança.

Como ponto negativo fica o trânsito caótico, como já mencionamos anteriormente, e o frio, que chega a ser bem intenso no auge do inverno, e pode se provar um problema se você não curte as temperaturas mais baixas.

Tranquilidade e qualidade de vida em Gramado
Tranquilidade e qualidade de vida em Gramado

Gostou de conhecer mais sobre Gramado? Conte para a gente nos comentários qual o próximo destino você gostaria que a gente apresentasse por aqui!

Andy Spinelli

Formado em Publicidade e pós-graduado em Marketing, descobriu o gosto por viajar em 2009, após fazer um curso de Planejamento Estratégico na Califórnia. De lá pra cá, transformou a vida em uma partida de War e já conquistou 28 países. Além do Destinos Imperdíveis, tem uma agência digital, a 2be!creative, e uma produtora de conteúdo de viagem, o 3em3.

Ver outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *