• Menu
  • Menu

Madeira é considerado um dos destinos mais seguros da Europa

Um mês após a abertura ao turismo internacional, a Ilha da Madeira continua a ser considerado um dos destinos mais seguros da Europa. Atualmente, a Madeira registra apenas nove casos ativos de Covid-19. Porém, como medida de prevenção diante do aumento do fluxo de voos para a região, se tornou obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos desde o último sábado, dia 1 de agosto.

O governo da Ilha da Madeira garante que o acessório de segurança não é necessário nas ocasiões em que o distanciamento social seja respeitado, como em atividades esportivas, passeios de natureza, visitas às praias e complexos balneares, por exemplo.

Chegada na Ilha da Madeira (Foto: Andy Spinelli)

O anúncio sobre a regra de utilização de máscaras em espaços públicos foi acompanhado de uma quantidade de medidas de exceção que visam não comprometer o conforto e usufruto dos ambientes ao ar livre pelos turistas e pelos madeirenses, em situações de atividade física e lazer. Desta forma, estão excluídas da obrigatoriedade da utilização de máscaras:

– crianças de até 10 anos;
– pessoas com deficiência;
– prática de esportes;
– praias, áreas e complexos balneares e acessos ao mar, com exceção das instalações sanitárias onde é onde é obrigatório o uso de máscara;
– prática de atividade física e/ou lazer que envolva a realização de esforço físico;
– atividades lúdico-esportivas em espaço florestal e percursos pedestres recomendados.

Por isso, a prática da maioria das atividades de lazer que exigem algum tipo de esforço físico são tidas como exceções à regra de uso de máscara, desde que se mantenha o distanciamento social.

Confira os dois episódios que fizemos na Ilha da Madeira e lançamos pelo 3em3:

“A segurança de visitantes e cidadãos está no topo das nossas prioridades e, por isso, é imprescindível manter o número de casos reduzidos, mas também a liberdade de viver e desfrutar as nossas ilhas da Madeira e Porto Santo. Esse esforço em conjunto político e de cidadania exemplar tem garantido o excepcional controle da pandemia em nosso destino, além de permitir desfrutar da oferta turística da região com segurança”, afirma Nuno Vale, diretor executivo da Associação de Promoção da Madeira.

O controle da pandemia se mostrou eficaz antes mesmo da reabertura do setor ao turismo internacional, época em que contava com 90 casos. Após a abertura das fronteiras em 1º de julho, o destino chegou aos 106 casos no total, dos quais apenas nove seguem ativos.

A Ilha da Madeira foi um dos primeiros destinos europeus a dispor de um manual de boas práticas para lidar com o Coronavírus e um dos únicos mundiais a avançar com a certificação sanitária de todo o destino, a qual se encontra já em processo de auditorias.

“Os passageiros têm reagido de maneira positiva com todo o processo de chegada às ilhas. O bem acolher é parte da cultura do nosso povo, com uma história de quase dois séculos de atividade turística, e continua a ser um dos grandes trunfos da Madeira”, comemora Vale.

Andy Spinelli

Formado em Publicidade e pós-graduado em Marketing, descobriu o gosto por viajar em 2009, após fazer um curso de Planejamento Estratégico na Califórnia. De lá pra cá, transformou a vida em uma partida de War e já conquistou 28 países. Além do Destinos Imperdíveis, tem uma agência digital, a 2be!creative, e uma produtora de conteúdo de viagem, o 3em3.

Ver outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *