• Menu
  • Menu

O que fazer no Atacama? – Parte 1

O Atacama é tão apaixonante que, menos de 2 anos depois, tivemos que voltar lá pra fazer o que não tinha dado tempo na primeira vez e, claro, repetir alguns dos passeios que mais gostamos. Nesse post, vamos te mostrar o que fazer no Atacama na sua primeira vez por lá. Como são muitos passeios, dividimos em 2 partes e a primeira é essa que você confere agora.

Considerado o deserto mais árido do mundo, o Atacama reserva paisagens de outro planeta, com seus gêiseres, vulcões, lagoas e salares. Não é a toa, que a cada ano que passa, o destino recebe mais e mais visitantes vindos do Brasil e de dezenas de outros lugares do mundo. Confira abaixo, alguns dos principais passeios da região.

Assista nosso episódio no Atacama:

Salar do Atacama

No caminho pro Salar do Atacama, fizemos uma rápida parada no povoado pitoresco de Toconao, onde está localizada uma pequena igreja milenar e aproveitamos pra alimentar algumas lhamas dos moradores do vilarejo.

De lá seguimos para o Salar e fomos direto na lindíssima Laguna Chaxa. Todo o céu e as montanhas são refletidas na lagoa, que realmente parece um enorme espelho. Por ali, pudemos avistar o voo sincronizado de dezenas de flamingos e por alguns instantes, largamos as câmeras e contemplamos a natureza em sua essência.

O visual é fascinante, com vista pra Cordilheira dos Andes e de Domeyko, e as informações estão espalhadas por todo o parque. O melhor horário para visitar o local é, sem dúvida nenhuma, próximo ao fim da tarde.

Assim que o sol começou a se por, pudemos presenciar um dos espetáculos mais incríveis que já vimos na vida. As cores se intensificaram e os animais pareciam se exibir ainda mais naquele cenário fantástico.

E contemplando aquela verdadeira pintura, ainda pudemos nos deliciar com a mesa caprichada preparada pra gente. Esse foi certamente o fim de tarde mais lindo de toda a viagem.

Piedras Rojas + Lagunas Altiplânicas

Esse é um dos passeios mais procurados do Atacama, principalmente em função das Lagunas Altiplânicas. A primeira parada é na Laguna Tuyaito, onde geralmente é feito o café da manhã. De lá, seguimos para Piedras Rojas. O Mirante de Piedras Rojas está a mais de 4.000 metros de altitude e a cada visita você pode encontrar um visual completamente diferente, por lá. Nem parecia o mesmo lugar, mas na nossa visita há dois anos, esse mesmo cenário estava coberto por neve e a experiência foi bem diferente.

Partimos então para as Lagunas Altiplânicas que são compostas basicamente por duas lagoas: a Miñiques e a Miscanti. Ambas são belíssimas e, quando não há vento, eles se transformam praticamente num espelho. Ahh, e sempre tem várias vicuñas passeando por ali também.

Por fim, paramos no meio de uma estrada cinematográfica pra fazer algumas fotos de turista e pra subir o drone. Dá uma olhadinha na foto abaixo e me diz se não valeu a pena…

Termas de Puritana

Depois de alguns dias bem intensos e cansativos, as Termas de Puritama caem como uma luva em qualquer roteiro pelo Deserto do Atacama. Esse é um dos passeios mais próximos do centro de San Pedro e apesar de ser um dos mais caros, vale cada centavo. 

A Flavia Bia Expediciones, agência que fizemos todos os passeios, inclui no pacote até uma massagista pra experiência ser ainda mais relaxante. Segundo os guias, as águas termais possuem propriedades terapêuticas e medicinais e realmente é impossível não sair dali renovado e pronto pra mais aventuras pelo deserto.

Lagunas Andinas + Salar de Tara

Esse é mais um passeio que dura o dia todo e um dos que atingem maior altitude, chegando a aproximadamente 5.000 metros. Na ida, fizemos uma parada na estrada, de frente para o vulcão Licancabur para tomar o café da manhã. Obviamente que não podíamos deixar de fazer uma parada na estrada lindíssima com vista pro vulcão Licancabur. É impossível não se surpreender a cada segundo com as paisagens do Atacama. Foi ali mesmo que tomamos o café da manhã, de frente para o gigante adormecido parcialmente coberto de neve e de lá seguimos viagem pras lagoas.

A primeira delas foi a Laguna Diamante. Praticamente na divisa entre Chile, Bolívia e Argentina, a lagoa estava quase toda congelada, deixando o visual ainda mais bonito. Ventava muito, fato que fazia a sensação térmica ser ainda mais baixa.

O que fazer no Atacama - Lagunas Andinas

O que fazer no Atacama - Lagunas Andinas

O que fazer no Atacama

Seguimos então pro Salar de Tara. Por ali, pudemos observar as enormes formações rochosas esculpidas pelo vento durante milhares de anos, que juntamente com as lindas lagoas, compõem o cenário surreal da Reserva Nacional Los Flamencos. Tudo isso a quase 5000 metros de altitude!

Fizemos todos os passeios dessa viagem com a agência Flavia Bia Expediciones. O serviço é excepcional e nós recomendamos fortemente. Os guias são extremamente bem preparados e todos eles falam português – alguns deles são brasileiros, inclusive. Confira o site da agência. Lá eles tem todos os passeios disponíveis com os horários, temperatura média, altitude e diversas informações úteis.

E numa viagem dessa, no meio do deserto, não dá pra dar sopa pro azar, né? Por isso, contamos com o seguro viagem da GTA – Global Travel Assistance. Além de te dar uma tranquilidade maior, o seguro viagem é obrigatório em vários países. Então, vale a pena investir numa empresa confiável para não passar por apuros dentro ou fora do país. Clique aqui e faça sua cotação agora mesmo!

Andy Spinelli

Formado em Publicidade e pós-graduado em Marketing, descobriu o gosto por viajar em 2009, após fazer um curso de Planejamento Estratégico na Califórnia. De lá pra cá, transformou a vida em uma partida de War e já conquistou 28 países. Além do Destinos Imperdíveis, tem uma agência digital, a 2be!creative, e uma produtora de conteúdo de viagem, o 3em3.

Ver outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *