• Menu
  • Menu

Atacama: Termas, Lagunas e Geysers!

Conhecer o Atacama estava nos nossos planos há vários anos, mas nenhuma oportunidade concreta havia aparecido de fato – e sempre acabávamos indo para outros destinos. Algumas milhas sobrando e alguns compromissos em Santiago finalmente tornaram a chance real.

Cogitamos ir de carro, partindo de Santiago, mas os 1.600 km acabaram nos desencorajando. Então, pesquisamos passagens aéreas e fechamos com a SKY, companhia low cost chilena, por cerca de R$ 600,00 (incluindo uma bagagem despachada de 23 kg).

San Pedro de Atacama é praticamente um vilarejo e não conta com aeroporto. Pra chegar até lá, o voo disponível é até Calama, uma cidade a cerca de 100 km de distância. Apesar de ser pequeno, o aeroporto é super moderno e comporta bem o número de pessoas que passam por lá.

Assista nosso episódio no Atacama:

De Calama pra San Pedro, o trajeto pode ser feito de van, oferecidas no próprio aeroporto por cerca de 12.000 pesos chilenos (algo em torno de R$ 60,00). Nós fizemos o percurso com a TransLicancabur, que inclusive pode ser reservado online, com antecedência. A compra da ida/volta tem desconto e sai por 20.000 pesos chilenos.

Devidamente hospedados em San Pedro, foi a vez de organizar os passeios. Quem nos ajudou com essa parte foi a Ayllu Atacama, uma das agências mais procuradas pelos brasileiros. Tínhamos 4 dias inteiros e conseguimos alocar bem os passeios que mais queríamos fazer.

Como fomos no inverno, muitos passeios estavam fechados por conta da neve. Aliás, esse ano nevou tanto no Chile, que a maioria das estações acabaram iniciando as atividades antes do previsto. O Valle Nevado, por exemplo, tinha previsão para final de junho e em maio mesmo já estava recebendo turistas nos fins de semana.

Os passeios fechados eram os de maior altitude: Piedras Rojas e Geysers del Tatio foram os mais afetados e seus caminhos eram praticamente intransitáveis. Então, começamos pelos de menor altitude: Termas de Puritama e Lagunas Escondidas. E lá pelo terceiro dia, com a melhora do clima, conseguimos visitar os gêisers. São esses 3 passeios que mostraremos nesse primeiro post e episódio da viagem.

Termas de Puritama

Oito piscinas naturais com águas termais em uma temperatura entre 28ºC e 35ºC. Tudo isso em meio a enormes montanhas de pedras e muita vegetação. Algumas possuem grandes quedas d’água, que além de quentinhas fazem uma bela massagem nas costas. Escolha as que mais lhe agrada e relaxe em meio a essa paisagem exuberante.

É um dos passeios mais próximos de San Pedro: são aproximadamente 30 km de distância. Além disso, há possibilidade de ir de manhã ou a tarde. Nós fomos pela manhã e aproveitamos pra almoçar por lá, em uma refeição preparada com todo cuidado pela Ayllu. Foi servido ceviche de salmão, com vinhos, frutas, etc.Há boa estrutura no local, com banheiros e vestiários.

Lagunas Escondidas

Mais um paraíso natural escondido no meio do deserto atacamenho. Aliás, esse é o mais recente passeio da região, tendo sido iniciado há cerca de 3 anos. Lá você vai encontrar 7 lagoas lindíssimas e completamente diferentes entre si, todas com uma concentração altíssima de sal. O que isso quer dizer? Que não importa o quanto você tente, você sempre boiará. Inclusive, os guias dizem que o índice de sal é muito maior do que do famoso Mar Morto.

Porém, só é possível entrar em duas das sete lagoas. As outras possuem elementos tóxicos que fariam mal a saúde. As aptas para banho são a primeira e a última. Por ser inverno e as águas estarem em temperatura ambiente, ninguém do nosso grupo se arriscou nas lagoas. Mas acredite: só o visual vale cada centavo gasto no passeio. Pra finalizar, almoçamos novamente com o pessoal da Ayllu, com a primeira lagoa como paisagem. Nada mau, né?

Geysers del Tatio

Muita fumaça brotando do chão! É isso que você vai ver nos Geysers del Tatio. É como se vários mini-vulcõezinhos tivessem entrado em erupção ao mesmo tempo. Em alguns deles dá pra ver a água borbulhando de tão quente.

Demos sorte de chegar exatamente alguns dias após o passeio ter sido reaberto em função da neve. Ainda assim, tivemos uma certa dificuldade no percurso, uma vez que havia bastante gelo na pista ainda.

Fomos no final de junho e pegamos temperaturas entre -15ºC e -20ºC. Isso sem contar com a sensação térmica, que jogava esses números ainda mais lá pra baixo. Se for fazer esse passeio no inverno, certifique-se de ir MUITO bem agasalhado (segunda pele, luvas, gorro, cachecol e tudo o que tiver direito).

Se por um lado passamos bastante frio, por outro tivemos a oportunidade de ver tudo coberto de neve. Imagino que o visual seja bastante diferente durante as outras estações do ano. O passeio é feito bem cedo (sai por volta das 05:00 da manhã) por conta da atividade dos gêisers nesse horário e pela distância de San Pedro (uma hora a uma hora e meia de deslocamento).

Há ainda uma piscina termal para os mais corajosos. E acredite, havia muitos corajosos quando fomos! Não deve ser fácil sair dos 25ºC de dentro d’água pros -20ºC fora dela. Como ainda tínhamos mais passeios pela frente, resolvemos não colocar a saúde em risco e só apreciamos o visual de fora mesmo!

Pra fechar com chave de ouro, ainda tomamos o café da manhã de frente pros gêisers e pras montanhas cobertas de gelo. Foi provavelmente o melhor desayuno da minha vida, tanto pelas opções de comida quanto pelo visual incrivelmente belo.

Nessa viagem tivemos a certeza de que uma boa mochila faz toda a diferença. Como praticamente passávamos o dia todo entre os passeios, tínhamos que levar uma enorme quantidade de coisas conosco (água, protetor, roupas, snacks, além das câmeras, baterias, tripé, etc).

Nos viajamos com as mochilas da Victorinox, que possui uma qualidade absurda e dispõe de diversos compartimentos, deixando tudo muito bem organizado. Nós recomendamos demais! Os modelos utilizados foram a VX Sport Scout (Preta) e VX Trooper (Vermelha).

Ah, vale lembrar também que um seguro viagem é extremamente importante para uma viagem como essa do Atacama. A mudança brusca de temperatura, a variação de altitude (que pode passar dos 5.000 metros), além de outros fatores como comida típica local bem diferente da que estamos acostumados, podem causar diversos problemas de saúde.

Para não ter que esquentar a cabeça com isso, saímos do Brasil já com o seguro da GTA – Global Travel Assistance e pudemos curtir 100% da viagem. Tivemos vários amigos que passaram um certo perrengue por lá: torceram o pé, contraíram uma gripe forte ou tiveram problemas gastrointestinais com a comida. Então, não corra o risco de ter que desembolsar uma grana além do esperado com isso. Contrate um seguro e viaje tranquilo!

Faça uma cotação agora mesmo pelo site: www.gtaassist.com.br

Confira abaixo algumas opções de hospedagem em San Pedro de Atacama

Fazendo a reserva através de um dos links abaixo, você nos ajuda a manter o blog sempre atualizado e com novos conteúdos, já que recebemos uma pequena comissão em cada reserva. E o melhor: você não paga absolutamente nada a mais por isso! 🙂



Booking.com

Andy Spinelli

Formado em Publicidade e pós-graduado em Marketing, descobriu o gosto por viajar em 2009, após fazer um curso de Planejamento Estratégico na Califórnia. De lá pra cá, transformou a vida em uma partida de War e já conquistou 28 países. Além do Destinos Imperdíveis, tem uma agência digital, a 2be!creative, e uma produtora de conteúdo de viagem, o 3em3.

Ver outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 comentário