• Menu
  • Menu
Visto Canadense

Dicas para emitir o Visto Canadense

Paisagens espetaculares e cidades cheias de vida fazem do Canadá um dos destinos estrangeiros mais procurados pelos brasileiros. Antes de sair planejando o roteiro e montando a mala, é preciso garantir o visto para entrar no país. É claro que o Destinos Imperdíveis não te deixaria na mão neste momento. Confira as nossas dicas para emitir o visto canadense!

Sendo o segundo maior país do mundo, o Canadá oferece centenas de opções de atrações turísticas para curtir. É por este motivo que ele é tão procurado pelos viajantes brasileiros. Porém, para entrar no país é preciso garantir o seu visto canadense.

Em 2017, o governo local facilitou um pouco as regras para os brasileiros que desejam garantir o documento. Mesmo assim, é preciso tomar cuidado com alguns detalhes para garantir que tudo aconteça conforme o esperado, evitando dores de cabeças desnecessárias.

Visto Canadense: o que você precisa saber?

Atualmente existem dois formatos de vistos para entrar no Canadá: o eTA, autorização eletrônica de viagem, e o visto convencional de turismo.  O visto turístico permite ficar no país por até 6 meses. Tempo suficiente para turistar bastante por lá, mas que também pode ser utilizado para fazer algum curso de pequena duração (alô estudantes de plantão!)

Visto Canadense

Vamos começar falando sobre o eTA.

O que é o eTA?

Lembra que falamos que o governo canadense facilitou o acesso de brasileiros lá em 2017? O eTA é o resultado dessa ação. Sigla para Electronic Travel Authorization (Autorização eletrônica de viagem), o eTA é uma alternativa mais barata e rápida do visto tradicional, válida apenas para entrada aérea no país.

Para solicitar o eTA é necessário já ter um visto válido para os Estados Unidos, ou ter tido um visto canadense nos últimos 10 anos.

Como solicitar o eTA?

Para não perder tempo, anote aí o passo a passo para garantir o seu eTA:

1. Tenha em mãos a documentação necessária.

Existe um tempo máximo para preencher o formulário de solicitação do documento, então evite correr o risco de estourar este prazo procurando algum papel nas gavetas da casa. Os documentos necessários para fazer a solicitação são: passaporte com validade mínima de 6 meses, cartão de crédito e endereço de e-mail.

2. Preencher o formulário.

No site do Governo do Canadá você encontra o formulário para preencher. É bem simples, basta prestar atenção nas informações inseridas e cuidar para não estourar o limite de tempo. Em casos de dúvidas, eles contam com um guia em português bem completo.

3. Pagar a taxa

Para emissão do documento, o site cobra uma taxa de C$7,00, que deve ser paga na hora, com cartão de crédito. Não se esqueça de imprimir o recibo na hora que aparecer na tela, não há outro meio de acessar ele posteriormente.

Com tudo pronto, sua solicitação está feita. A resposta costuma chegar em alguns minutos no e-mail, seja ela positiva ou não. Se demorar um pouco mais, não se assuste, em alguns casos ela pode levar até uma semana para vir.

Em casos especiais, documentos adicionais podem ser solicitados.

Uma grande vantagem do eTA é que, por ser eletrônico, ele vai entrar automaticamente no sistema de check-in das companhias aéreas e do oficial de imigração. Assim, você não precisa imprimir nada.

O eTA tem validade de 5 anos, ou até o vencimento do seu passaporte, conforme o que acontecer primeiro. Caso seja preciso renovar seu passaporte, será necessário fazer uma nova solicitação do eTA.

Como tirar o visto canadense tradicional? 

Quem não estiver apto a solicitar o eTA, precisará fazer o visto canadense tradicional, ou TRV (Temporary Resident Visa).

O TRV pode ser solicitado por qualquer cidadão brasileiro que deseja visitar o Canadá, sendo válido para entrada no país por terra, água ou ar. O visto canadense custa bem mais que o eTA. A taxa individual para solicitar o documento é de C$100,00, mais a taxa de biometria, de C$85,00, que é obrigatória para todas as pessoas entre 14 e 89 anos.

Sabendo os valores, é hora de garantir o visto.

Como solicitar o TRV?

1. Tenha em mãos os documentos necessários.

A lista de documentos do TRV é mais extensa que a do eTA. Aqui, você vai precisar de:

  • Comprovante de pagamento da taxa básica de aplicação;
  • Cópia das folhas de passaporte que contenham seus dados pessoais, foto e número do documento;
  • Duas fotos 3×4;
  • Comprovante de renda;
  • Certidão de casamento;
  • Carta justificando as suas intenções no país e o propósito da viagem.

Eles são solicitados na ordem que aparecem na check-list. Documentos extras podem ser solicitados ao longo do processo.

2. Formulários

O próximo passo é preencher os formulários referentes à sua solicitação. O site do governo do Canadá conta com todas as opções. Tem a versão para quem vai viajar sozinho, para famílias, casais e assim por diante.

3. Pagamento das taxas

Tenha o seu cartão de crédito em mãos. Este é o momento no qual você precisa desembolsar o valor da taxa para prosseguir com a solicitação. Não se esqueça de salvar e imprimir o comprovante na hora que ele aparece, pois não há outra forma de fazer isso posteriormente.

Lembre-se que é necessário garantir duas vias, uma para entregar junto aos documentos e outra para você.

4. Enviar a solicitação

Aqui você pode escolher em enviar os documentos pela internet, ou pessoalmente em um centro de aplicação de visto (CVAC). Por enquanto, apenas Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília contam com escritórios físicos para a entrega, representados pela VFS Global.  Você pode conferir os endereços e horários de funcionamento no site oficial.

Para enviar pela internet, é preciso scannear, ou fotografar os documentos, colocando todos no mesmo arquivo, e enviar para o endereço presente no manual. Caso seja aprovado, eles serão enviados a VFS, sendo preciso pagar uma taxa de C$27,93 por pessoa. Quando tudo estiver pronto, você receberá um e-mail avisando que é possível retirar os documentos no CVAC mais próximo, ou pedir para entregar em sua casa, sendo necessário pagar a taxa de envio.

Entregando os documentos em um dos CVAC, é necessário pagar a taxa de envio ao consulado, no valor de C$34,91 por pessoa. Para retirar o documento, as alternativas são as mesmas do modo de envio online.

Em quanto tempo fica pronto o TRV?

O tempo médio para toda a documentação estar pronta é de 12 dias, porém este número pode variar de acordo com o tempo de envio e retorno dos passaportes, assim como o tempo necessário para o cadastro da biometria.

A boa notícia é que você pode acompanhar todo o processo através da página do Governo do Canadá.

O TRV tem validade de 6 meses até 10 anos, dependendo do tempo de validade do seu passaporte. Assim como o eTA, se o passaporte vencer, será necessário solicitar um novo TRV.

Agora que você já sabe tudo sobre o visto canadense, que tal começar a planejar seu roteiro pelo Canadá?

Andy Spinelli

Formado em Publicidade e pós-graduado em Marketing, descobriu o gosto por viajar em 2009, após fazer um curso de Planejamento Estratégico na Califórnia. De lá pra cá, transformou a vida em uma partida de War e já conquistou 28 países. Além do Destinos Imperdíveis, tem uma agência digital, a 2be!creative, e uma produtora de conteúdo de viagem, o 3em3.

Ver outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *